FEETINS

institucional

A criação...
Quando nós nos reunimos em Miracema do Tocantins, no dia 25 de janeiro de 1989, na sede do Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo, para constituir a Federação do nosso Estado, sob a responsabilidade do representante da FEB, Umberto Ferreira, na época, Secretário da Comissão Regional Centro do Conselho Federativo Nacional, os espíritas que moravam no então norte goiano estavam sendo chamados para uma missão bem definida.
Vieram trabalhadores de todas as casas existentes em Gurupi, Porto Nacional, Paraíso do Tocantins, Pedro Afonso, Miracema, Tocantínia, Colinas do Tocantins e Araguaína.
Nesta reunião, foi constituída a Comissão Pró-criação da FEETINS, para elaborar o estatuto da nova federativa e que seria aprovado no dia 08 de abril de 1989. A comissão era constituída por cinco membros: Edson Araújo, representante da região de Araguaína, Wilma Manduca, de Porto Nacional, Gilson Coelho Valadares, de Miracema do Tocantins, Onofre Reis, vindo de Gurupi e Leila Ramos, de Paraíso do Tocantins.
Assim nasce, a FEETINS, numa manhã radiosa, na então capital provisória do Estado do Tocantins, no dia 08 de abril de 1989, no Centro Espírita Eurípedes Barsanulfo, que também sediou provisoriamente a mais nova Federativa do País.

A mudança para Palmas...
Nesse período inicial, fomos constituindo legalmente a nossa instituição, baseado nas leis humanas. Mas, foi em agosto de 1990 que fomos para a capital do Estado, Palmas. Inicialmente, nós nos reuníamos no Auditório da Câmara Municipal e, posteriormente, no saguão da Prefeitura Municipal. Nessa época, tivemos que mobilizar os trabalhadores espíritas que moravam em Palmas e que pudessem colaborar com a estruturação física da federação.
Articulamos com o Governo Estadual para conseguir um terreno. Conseguimos um local muito estratégico, ao lado do terreno do Conselho de Medicina e da Antiga Telegoiás, hoje Embratel.
Em 1991, tivemos uma mudança de Governo e dificuldades para regularizar a doação da área doada pelo governo anterior. E mais uma vez buscamos as autoridades para doar outro terreno para a FEETINS, ocasião em que tivemos uma grata surpresa: recebemos um terreno numa área nobre da cidade, perto da Avenida JK, situada a cerca de 500 metros do Palácio Araguaia. E assim começamos o grandioso trabalho de construção da sede da Federação.

As atividades iam surgindo...
Iniciamos as nossas atividades de evangelização infantil, pois já tínhamos as reuniões doutrinárias na quinta-feira e o Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita (ESDE) na terça e a turma de Estudo e Educação da Mediunidade, na quarta-feira. Naquela época, como a cidade ainda estava em construção, as pessoas moravam nas cidades vizinhas. Elas vinham na segunda-feira e retornavam na sexta. As nossas atividades doutrinárias começaram numa construção pequena, sem pintura e só com o contra-piso. O salão de passe era pequenino (risos).
De lá pra cá, estamos com uma programação estruturada, com atividades diversas, ao longo da semana, desenvolvidas no campo experimental.
Terça-feira: Estudo da Gênese, O Livro dos Espíritos e Atendimento Espiritual;
Quarta-feira: Reunião mediúnica (Privativa);
Quinta-feira: Palestra pública e passe;
Sábado: Evangelização da Infância e Juventude, Estudo para pais e adultos das obras básicas, Estudo do Evangelho Segundo o Espiritismo e, também, ESDE;
Domingo: Atendimento Espiritual e Conversa Fraterna.

E os frutos crescendo...
Hoje, as crianças que iniciaram no primeiro ciclo da evangelização infantil já estão no terceiro ciclo da juventude e algumas já são trabalhadores da Casa, no Campo Experimental da FEETINS ou integrando no trabalho federativo. É muito bom ver esses resultados aparecendo. Crianças evangelizadas são jovens que evangelizam.

O Movimento Espírita...
Depois de organizar a estrutura física e as atividades do campo experimental, a FEETINS promoveu uma organização constituída da seguinte forma:

Assessorias
Temos instituídas quatro Assessorias Regionais Espírita, cuja função é articular e dinamizar o movimento federativo nas regiões de atuação de cada Assessoria. Desta forma, existe o trabalho federativo atuante em todos os centros federados, presentes no Estado.
ARE Norte que cobre os municípios da região norte do Estado, mais especificamente os municípios de Araguaína, Araguatins, Augustinópolis, Babaçulandia, Colinas do Tocantins, Guaraí, Sampaio e Xambioá.
ARE Centro que atende a região central do Estado junto aos municípios de Dianópolis, Miracema do Tocantins, Miranorte, Natividade, Pedro Afonso, Porto Nacional, Palmas, Paraíso do Tocantins e Tocantínia.
ARE Sul que abrange a região sul do Estado cobrindo os municípios de Alvorada, Formoso do Araguaia, Gurupí, Goianorte, Peixe e Talismã.

Áreas
Criamos ainda, sete ares de atuação para dinamização do trabalho federativo:
• Área dos Dirigentes;
• Área da Infância e Juventude;
• Área do Atendimento Espiritual;
• Área da Assistência e Promoção Social Espírita;
• Área da Mediunidade;
• Área do Estudo Sistematizado da Doutrina Espírita;
• Área da Comunicação Social Espírita.

Jornada Federativa
E depois de toda essa organização, o corpo dirigente da FEETINS decidiu realizar um projeto audacioso: a Jornada Federativa. Nesse novo trabalho, as sete áreas que compõem a Federação se reúnem, uma vez, com os representantes dessas áreas, existentes nos centros das regiões Norte, Sul e Centro.
Dividimos o Estado dessa maneira, a fim de dinamizar o trabalho. Todos os centros participam da Jornada, um momento de troca de experiências, aproximação e, sobretudo, unificação do movimento espírita tocantinense.

Mensagem aos espíritas...
“Há que se renovar os valores e as atitudes, buscando a vivência da mensagem do Mestre Jesus, numa nova e alargada concepção de fraternidade, valorizando todos os esforços para a prática do bem e trabalhando pela confraternização entre todos os homens, independente de sua cor, nacionalidade, crença, nível cultural e social.”

Por: Leila Ramos, presidente da FEETINS